quarta-feira, setembro 02, 2009


Aulas de 3D me inspiraram, a verdade é que o programa te incentiva a criar coisas do cotidiano, do mundo real. O princípio do 3 D é o seguinte: em um desenho 3D você pode ver 3 dimensões, 3 faces, 3 lados... Enfim é 3D. Então partindo desse princípio básico chegamos à conclusão de que Deus criou o mundo e todas as coisas que nele existem usando o programa 3D, talvez UM MAIS AVANÇADO que nem chegou na terra ainda...isso quer dizer...em partes porque se formos analisar o tipo de programa 3D que DEUS usou quando criava o mundo, o programa fazia parte do mundo. Acontece que Deus era o próprio programa. Assim, no Cristianismo temos o que chamamos de trindade, o que C. S. Lewis chama de cubo. É. Deus Pai, Deus Filho e Deus espírito formam o “3D Max”, 3 dimensões sendo o mesmo “objeto”, você compreende? É como um cubo 3 faces sendo o mesmo cubo. Ele era no princípio e É.
Então criar o mundo com “perpectiva” não foi difícil ! Ele tinha o 3D, aliás ele era 3D E SE FORMOS entrar no assunto de perspectiva entendemos que a perspectiva de Deus, ou seja, o ponto de vista d’Ele era criar o homem para se relacionar com Ele. Mas o homem saiu do eixo de rotação fazendo uma poluição visual distorcendo a imagem e semelhança, então foi que Entrou o “ponto de fuga” que nesse caso é Jesus, que é pra onde podemos nos refugiar, não de Deus, mas de nós mesmos. Então quando conhecemos o ponto de fuga adquirimos uma espécie de sobra, que nesse caso é o Espírito Santo.
Bom...tendo dito isso tudo... se você ainda não entender a trindade, entenda como as crianças :1+1+1=1.
Karol Flegler.

2 comentários:

  1. Trindade é tão difícil de explicar e de compreender, mas é muito fácil de acreditar quando os conhecemos pessoalmente e permiitimos que habitem em nós... três pessoas, três presenças, uma presença.

    Parabéns, ka.

    ResponderExcluir
  2. Rapaizzzz falo bunito heim
    uhahuauh
    D.G... essa vou manda pro Macedao
    bjOs

    ResponderExcluir