domingo, novembro 15, 2009

4° Bienal Capixaba do livro


Estive na 4° Bienal do livro neste último sábado, e encontrei coisas realmente fantásticas, livros antigos e novos, livros clássicos e totalmente populares.
Entendemos que a leitura é algo fundamental na vida de alguém que quer realmente ser “alguém na vida”. O que me deixou intrigada foi a história contata, e o teatro de fantoches que era pra crianças. Tem os mesmos recursos que temos na igreja, digamos que as mesmas formas de chamar atenção das crianças, mas as histórias são totalmente diferentes.
A sociedade tenta impor o que não pode sem dizer o porquê. Por que não podemos maltratar os animais? Por que temos que ler? Por que não podemos brigar com os coleguinhas na escola? E mais um monte de porquês que não nos são explicados. E a humanidade continua caminhando a passos largos para o erro de um caráter forjado em princípios irrelevantes que um dia vão levar as crianças de hoje a uma sociedade futura ao profundo abismo. Na bíblia, nas congregações Cristãs É onde encontramos os princípios e valores consistentes para uma boa educação e poderosa construção de uma sociedade sadia, empática, e principalmente fundada sobre o alicerce que não desaba na primeira tempestade. Tenho pensado a respeito, e tudo me leva a crer que se a família, que é a célula PRINCIPAL dessa sociedade, precisa desempenhar seu papel com mais eficácia, mais base bíblica e mais amor.
E como dizia o profeta Ageu :CONSIDERAI OS VOSSOS CAMINHOS.
Karol Flegler


Um comentário:

  1. Você pensou tudo isso, naquele teatro de fantoches? sua mente é mesmo hiperativa. E a resposta para os porquês é bem simples é:" Porque sim Zequinha!" (lembra disso)kkkkkkkk
    mas você está certa no resto o mundo está cada vez mais louco.
    Beijocas
    Cris

    ResponderExcluir