quinta-feira, abril 22, 2010

Conservação da liberdade.




Ao passar de geração pra geração, existe sempre um contraposto de ideais de uma pra outra, o que chamamos de Conflitos de Gerações. As mais antigas chamamos de conservadores tradicionalistas, contra eles estão os liberais. Não quero pensar sobre o fundamentalismo filosófico em que ambas classificações estão inseridas, mas pensar no que se refere ao significado das palavras propriamente ditas. Estudemos os significados das palavras:
“conservador”: opor-se à mudanças.
‘Liberal’: que defende a liberdade individual.
Esses são os significados reais das palavras. Mas aí os homens sempre aumentam um tanto. Ao olhar a imagem você pode considerar a pessoa em questão uma pessoa liberal, porque se mostra livre dos padrões de comportamentos chamados éticos, mas se olhar ao fundo em entrevistas, questionamentos, haverá de compreender que é extremamente conservadora no que diz respeito aos ideais filosóficos, que pra você podem ser os mais tradicionais e antiquados possíveis.
Logo, como uma pessoa pode ser as duas coisas ao mesmo tempo? Como pode ser liberal e conservador?
Somos à imagem e semelhança de Deus, ok? Logo o grande Conservador é o PRÓPRIO. Deus não muda isso o dá o nome de Imutável. Em contrapartida, ele defende a liberdade individual, pois nos fez com o livre arbítrio.
Todo aquele que está em Cristo e tem uma nova vida já é livre da condenação do pecado, mas é conservador no que diz respeito às imutáveis ordens, leis, regas, mandamentos (chamem como quiserem) de Deus.
Ou seja,
Conservadores das leis e princípios divinos se tornam liberais.
É só um pensamento pra lá de filosófico.

Karol Flegler

sexta-feira, abril 16, 2010

desabaFos

Não considerem os vícios lingüísticos da minha época e a pouca norma culta ao falar, mas é pq to PIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
OKOK TAPEM OS OUVIDOS quem não gosta de ouvir as verdades e fechem os olhos qm não quer ver a realidade! “‘Nóis tamos no sal”. Tamo mermo! Se depender da geração que vem depois da minha, tipo ... esse povo aí . Bixu SERIA Renato Russo agora falando: “que país é esse?” Mas com outra reflexão, é claro. MAS pq?
Ó só ... Outro dia, nada pra fazer, fui ver...”Super Nany”, cara mó massa o programa, tipo a mulé dá umas idéias manerassaas. Mas aí passou um vídeo da mãe tipo dando boa noite pra um filho e pra outro não, ABSURDO CARA, se minha mãe fizesse isso eu ia ficar muito triste, ia cortar os pulsos, sei lá (sacanagem). Mas PRA uma criança, isso é tenso de aceitar, aí depois q a mãe viu a PIIIII q tinha feito, se emocionou, pediu desculpas, em fim. O problema de 1 família foi resolvido. Mas e o resto do mundo? O que os pais fazem hoje tem conseqüências pra amanha, cara, será que eles não vêem?
Pra piorar minha situação, essa semana conversei, e pude ouvir algumas pessoas vítimas de pais separados, eu digo vítimas, pq vey, é um crime! Filhos de pais separados, alguns deles com vida financeira estabilizada, perceptivas profissionais, mundo da lua, ilusão, ops! Voltamos à realidade.
Eu vou parar por aki, MAS ó...sério mermo, as vezes eu agradeço a Deus pq papis morreu antes da separação q certamente viria, qm eu seria hj se não tivesse sofrido pra aprender?

E falando mais sério ainda, eu olhei pras pessoas, e pensei...Deus, VC É O CARA!
Não, c num tah entendendo, a bíblia diz que ao olhar pra nós Ele teve compaixão, não é pena, é amor. Eu amei aquelas pessoas ao ponto de chorar e falar: “Deus, deixe-me ajudá-las.
C não entendeu ainda?

Última coisa: Eu tava pensando...algumas pessoas, ou a maioria, não tem vida com Deus, pq simplesmente não vêem a necessidade de ter.
Karol FLEGLER

OK ok ...Esses dias eu tava pensando...pow... muita gente fala assim: Deus em primeiro lugar, é claro! Mas 1 segundo depois Deus some completamente...e puuf! Como é? Puuf! Kkk sumiu...
Bom, eu acredito no “se for ver”.
Ao colocarmos Deus em um pódium onde ele está em primeiro lugar já tah errado.
Se pensarmos em Deus, como tipo, primeiro Deus depois outras coisas, erramos de novo.
Se for ver, Deus não tem q estar em primeiro lugar em nossas vidas, ELE tem q estar em nossa vida toda, e não meramente num lugar específico. Não num pódium como se ele merecesse um lugar. Se ao pensarmos que Deus está em primeiro lugar, deixamos ele lá e faremos outras coisas, ele tem que ser O TODO em nossa vida.
Karol flegler

sábado, abril 10, 2010


CHOREI, GENTE...
É porque olha só...é lindo! Ok, falar sério? VAMOS!Como diz taty, é “chorante”.
Eu recomendo o filme que está em cartaz, O livro de Eli. É sempre assim, quando eu tenho medo de ver um filme por pensar que ele é ruim quebro a cara! O filme é muito bom MESMO. Denzel Washington, guarda um livro. Se vc não quer saber o filme, pare de ler por aqui. Não dá pra escrever sem contar. Mas talvez seja como eu e queira saber do final logo.
Que livro é esse que pode dar o poder aos homens? Que livro é esse que é perseguido? Não deve ser lido? Que livro é esse que precisou ser queimado? Que livro é esse que conta toda sua história, presente, passado e futuro? Que livro!
Quando tudo tiver um fim e não se tiver mais esperanças, lá ele estará. Quando tudo tiver que ser reconstruído, ele será a pedra fundamental. Quando todos os outros livros não satisfizerem os humanos, então ele trará a mensagem. Quando todos tentarem te impedir de lê-lo? Quando ele não mais existir, e precisar de ouvir, onde terá o escondido? E se só tiver um exemplar? Não se sabe o valor de uma coisa até perdê-la.
Quando se ouvir dizer: Céus e terra, passarão mas as minhas palavras não passarão, então saberá que se pode queimá-lo, escondê-lo, roubá-lo, mas se estiver em seu coração, e em sua mente, sobretudo em sua própria vida...e há de compreender que a bíblia não é só letra, não é só papel ou história, menos ainda mito, é a palavra, a própria voz de DEUS.
Karol FLegler

segunda-feira, abril 05, 2010


Vi pela milésima vez o filme Transformers, logo pensei no tema sugerido para o próximo retiro – TRANSFORME-S. Hoje fui comprar lápis de cor, absurdamente caro, comprei dos...TRANSFORMERS, meu caderno é dos... TRANSFORMERS. Aí eu disse: Tah DEUS, o que você quer dizer hoje? Aí vendo o filme de novo, pude compreender. Quando você ouve: Transforme-se, logo pensa em transformar, mudar para algo que não é, certo? OKOK..
O filme é o seguinte... robôs alienígenas que chegam na terra e se “transformam” em máquinas, carros. No final eles fazem isso com um propósito específico. BUT, não são máquinas o tempo inteiro certo? Quando precisam se transformar em robôs, são robôs.
LOGO concluímos que:
Os robôs de Transformers não se transformam em máquinas, eles se “amoldam” às máquinas pra não serem descobertos e se transformam de fato em robôs quando necessários.
É um pensamento viajante e desnecessário para sua cabeça, but, a bíblia diz: Não se amoldem ao padrão desse mundo mas, transformai pela renovação de suas mentes. E o que isso tem haver com o filme? Rsrs..

É resumidamente assim, de alguma forma a tecnologia robótica de transformers revolucionou a humanidade, transformaram em sua essência, nasceram pra serem robôs, e foram, mas o que vemos é que se amoldaram ao padrão humano, logo, isso é um erro.

Então vc pode transformar o mundo pela sua essência, porque afinal de contas, vc não é desse mundo, ser quem vc nasceu pra ser, mas não se amolde ao padrão do mundo, pq no final das contas, um dia terá que usar seus super poderes, AUTOBOTS.
Karol Flegler

quinta-feira, abril 01, 2010

Exposição no Museu de Arte do Espírito Santo.




Depois de muitos anos voltei ao MAES, a última exposição que havia visto era dos “Triângulos Roxos”, falava sobre a segunda guerra mundial, daí meu vício sobre o assunto. Mas dessa vez, vamos falar sobre a exposição de um gênio da arte da gravura, Rembrandt. Arte de desenhar em chapas de cobre, com um óleo, não me lembro o nome, que depois é retirado e posto um papel por cima da chapa debaixo de uma prensa, sai então a gravura. Rembrandt teve 3 mulheres, uns filhos mortos, o gênio revolucionou a história da arte, sobretudo na Holanda, pintando e desenhando e gravando cenas do cotidiano fora das regras européias. Protestante, Rembrandt pintou, desenhou, gravou diversas cenas bíblicas que chamam atenção pela sinceridade e a paixão da realidade. Em suas gravuras, o cristo não era do tipo “italiano”, Maria já era uma senhora, e suas hachuras fazem de suas obras um verdadeiro espetáculo. Mas tudo isso seria em vão se eu não levasse pro lado considerável da vida. E que lado é esse? Quem acompanha o blog sabe.

A bíblia é sempre exposta em forma de arte, disso podemos tirar algumas verdades. A primeira é que nem todas pinturas que relacionam a bíblicas podem ser verídicas, principalmente as romanas, mas o Rembrandt, tatuou a bíblia de forma verídica e sincera. Seus desenhos são capítulos e histórias bíblicas que se pode acreditar. Nada de Cristo de olhos azuis, louro ou coisa parecida.

Outra coisa que podemos falar sobre a exposição é que o cara, o tal Rembrandt, deixou sua marca, literalmente, no mundo. Deixando sua marca, pregou a mensagem da cruz, não sei se ele pensava nisso, mas de alguma forma cumpriu o ide, suas obras são famosíssimas no mundo inteiro. E que marcas deixamos? Seremos famosos pelo o quê?

Tornou-se meu preferido. Não por ter feito tudo o que todo mundo já viu, mas por ter falado com as linhas. Me fez lembrar o quanto a arte aproxima o homem de DEUS.

Karol Flegler