quarta-feira, julho 28, 2010

(...)e ao me ver, me cumprimentaria com um belo exemplar do seu sorriso perfeito, e me chamaria pra tomar um café pra manter-nos acordados durante uma noite inteira pra me contar tudo da sua vida. Chegaria então no momento em que lhe entregaria um de meus livros contendo sua história, uma foto roubada adulterada.
O que não sentia por alguém que nem sabe era a vontade de estar longe.


Karol Flegler - livro sem título.

quarta-feira, julho 21, 2010

O Lance na Vida Espiritual é bem simples. Quando você pensa que está pronto, é exatamente quando te falta algo importante. Eu quero dizer, quando você acha que já aprendeu tudo, você percebe que aprendeu pouco. É quando se está em crise que se cresce e muda. Não pense que estar longe de Deus por um instante é ruim, porque é quando estamos ruins que vemos o quanto precisamos D’ele. Deus nunca se dá por satisfeito, sempre há algo em você que Ele mesmo quer fazer.

é..

sábado, julho 17, 2010

Mais uma vez. Há tempos não sonho assim, por onde anda dentro da minha memória?
O QUE AS FOTOS DO ÚLTIMO ALBUM DIZEM...
Se vc ainda estivesse aki...
Daria um abraço forte...
Diria q te amo
Talvez escrevesse um cartão como eu fazia antes
Colocaria pink floyd e dançaria com vc
Desenharia um círculo com dois olhos de colocaria seu nome embaixo.
Levaria água pra vc na cama.
Assistiria anaconda e missão impossível pela milésima vez...
Te daria um bjo de boa noite
Até riria de uma piada sua...
Poderíamos ir à praia... e qm sabe comer um sanduíche q vc fizesse... correríamos para aquecer e pra entrar na água...
E ao voltarmos poderíamos tomar banho de mangueira lá fora...
Ou se não ... poderíamos tomar banho de piscina... e eu mediria qnto tempo vc fica embaixo d’água...
Q tal construirmos a casa de cima juntos?
Vc leria meu caderno de novo?
Se vc chegasse tarde eu poderia abrir o portão pra vc?
A gente podia consertar o carro juntos...
Eu acenderia a luz pra vc...
E se chovesse... vc ia qerer lavar o carro assim msm?
Hey, vc me buscaria na escola?
Agente poderia comprar meu material escolar juntos... vc me ensina a desenhar um cachorro de novo?
Me daria uma camisa do Wolve?
Me ajude a lembrar ond coloquei as chaves!
Hey... se vc brigasse com mamãe eu ficaria no quarto separado com vc...
Se seu amigo morresse eu te olharia de longe d novo.
Hey.. não tome conhaque..vc não pod...
Vamos ouvir música sertaneja ao irmos pra roça!
A gente pod pescar...
Vamos na sua empresa... vc é tão conhecido...
Desculpa por não ter ganhado o prêmio de melhor frase...
Eu tirei 10...
...
Hey... kd vc?
Eu mesmo...

Só pra dizer o quanto faz falta

terça-feira, julho 13, 2010

Prova de História da Arte - Sobre 2 histórias

Por volta do ano 64. Depois da morte de JESUS Cristo surge um período intitulado Paleocristão, O Imperador Nero perseguia os cristãos e os matavam. Esses cristãos eram enterrados em Catacumbas e onde haviam os cultos cristãos, era também nesses lugares que pintavam figuras que se relacionavam a nova religião – O Cristianismo. Em alguns desses lugares podemos encontrar a figura de Jesus como O Bom Pastor, Jesus sendo batizado, também podem ser vistas cenas dos milagres que Jesus realizava, como a mulher do fluxo de sangue, a multiplicação dos pães e peixes. Essas pinturas eram simples e até rudes, feitas pelos próprios cristãos. Em sua maioria não retratavam a cena real, como é o caso da mulher do fluxo de sangue, na bíblia conta que havia uma multidão em volta de Jesus e a mulher toca em seu manto, mas na pintura só há Jesus e a mulher. Durante anos e anos os Cristãos foram perseguidos e mortos. Mas no século 3°, com a “conversão” do Imperador Constantino e através do ÉDITO de Milão o Culto Cristão passa a ser permitido e praticamente obrigatório em todo império. Esse período é chamado de Basílical, uma vez que, os “templos” eram feitos em forma de basílicas que em Roma eram os lugares onde se havia “justiça". Os templos era bem rudes, fachadas simples, sem muitas alegorias, praticamente nenhuma. E internamente havia ainda uma preocupação com o uso da Imagem visto que a bíblia condena idolatria à imagens. Não se usava nessa época esculturas.
Já no por volta do séc. VII surge o que mais tarde chamaram de Gótico. Já nessa época vemos um total contraste no que se via nos primeiros anos Cristãos. A “Igreja” era forte e dominadora, logo a arte dentro e fora dela estava em seu maior esplendor. As fachadas das Catedrais Góticas são exageradamente altas, característica marcante desse período e se dividia em 3 partes, suas janelas tem forma de arco ogival que permite a sustentação de sua altura, outras características são as rosáceas e os Vitrais que são extremamente importantes já que as paredes são finas e eles preenchem grande parte delas. Segundo Gombrich, as cores usadas nos Vitrais não eram usadas de forma comum, mas sim para levar o fiel a pensar na eternidade, como um pensamento distante dos pensamentos terrenos. Haviam esculturas em muitas partes, desde as portas com personagens bíblicos como Abraão e Isaque, discípulos e a morte da Virgem Maria. E dentro também haviam esculturas, como de pessoas fundadoras da Catedral. Há também muitas pinturas importantes nesse momento, como "A Anunciação", "A fuga para o Egito", histórias narradas com muitas riquezas de detalhes, ness tempo é que a perspectiva vai sendo aprimorada para mais tarde, no Renascimento, ser perfeita. Sem dúvida houve uma evolução nas características estéticas e plásticas do Paleocristão para o Gótico, ao invés de cultos às escondidas se tem catedrais Monumentais por toda França, Italia e Alemanha, como é o caso da Catedral de Koln . Ao invés de pinturas pobres feitas por homens do povo, temos pinturas ricas em detalhes e vitrais contando histórias. Tem-se o Cristo de madeira pregado em Cruz e a Virgem Maria como uma das figuras principais. A “igreja” que em muitos sentidos apontava para o céu vê-se cada vez mais presa aos costumes terrenos. A “IGREJA” mostra O Cristo não o VÊ.
Karol Flegler

segunda-feira, julho 12, 2010

Imagine seu homem como uma série de círculos concêntricos na qual sua vontade seja o centro, vindo após seu intelecto e finalmente, sua fantasia. Dificilmente você terá a esperança de conseguir excluir todos os círculos tudo o que tenha o aroma de Inimigo: mas terá sucesso movendo todas as virtudes para os círculos da fantasia, ficando os defeitos e vícios que desejamos ser transferidos para a vontade. Somente quando estão encravadas na vontade, e se manifestam em atitudes e para hábitos, as virtudes realmente são fatais. (Não estou, naturalmente, me referindo ao que o paciente chama erradamente de sua vontade – esta névoa de consciência e exercícios de resolução, gestos agressivos, mas o real centro da personalidade, que o Inimigo chama de CORAÇÃO!).
Toda sorte de virtudes pintadas na fantasia ou simplesmente aprovadas pelo intelecto, ou mesmo até certo ponto amadas e admiradas, não arrancariam nosso homem dos antros do NOSSO PAI LÁ DE BAIXO; ao contrário, ele até fazem as vítimas mais engraçadas quando as mesmas descem ao INFERNO.
Seu afetuoso tio,
SCREWTAPE.

C.S Lewis – Cartas do Inferno - 1945

domingo, julho 04, 2010


Vida Espiritual, quem tem sabe o que vou falar. Mas, todo mundo tem neh, boa ou ruim, mas tem. QUERO dizer antecipadamente que quanto mais tempo e intimidade você tem com Deus mais sérias vão ficando suas crises espirituais. Certa vez usei uma ilustração pra um amigo, falei que nós somos como um recipiente, um copo... a medida que temos vida com Deus vamos nos enchendo e transbordando, abençoando as pessoas, mas quando estamos vazios é que estamos mal e mau. Na medida em que influenciamos para o bem tbm influenciamos para o mau SE estivermos vazios.
Do mais, preciso dizer e é também um alerta. O que foi o início desse ano? Que grandes projetos realizamos?E quero dizer que particularmente me senti extremamente usada por Deus pra realização de seus projetos, retiro de carnaval, auto de páscoa, peças, dia das mães. Foi muita coisa. E minha vida espiritual estava “bombando”. Não deixava de orar e ler a bíblia e ter várias visões ministeriais. Mas, quando menos esperamos... O fato é que somos extremamente falhos, e quando nos “achamos” caímos. É fácil dizer coisas a Deus quando tudo esta bem, afinal de contas...Realizei meu grande sonho de entrar na Universidade, me formei em curso técnico, estou trabalhando na área, embora na minha casa nem tudo vá como eu sempre sonhei, mas pelo menos as brigas cessaram, meus ministérios indo bem, peças apresentadas e eu vendo o poder de Deus e etc...e até com a IM’possível saída do Pr. Eu estava bem, não porque já sabia que ele iria ficar, mas pq já tinha colocado nas mãos de DEUS todas as situações referentes a isso. E diante disso tudo é muito fácil louvar e cantar algumas mentiras, que às vezes, eu canto. Então pra me tirar do meu conforto Espiritual, Deus me fez o favor de me lançar uma bombinha... essas que se jogam no chão e faz um pequeno barulho irritante, e quando você se dá conta se estressou por uma coisa tão sem sentido, que por várias vezes já ouvira antes e nenhum efeito surtiu. Sem perceber, mas percebendo eu tirei ELE da minha “rotina” pq eu não o entendia (continuo não entendendo), mas simplesmente não o queria mais por perto...Conversei com o mesmo amigo pra quem falei sobre o copo, ele me disse que eu tenho que entregar TUDO. Mas tudo dói muito ...e eu fico sem nada? Não é nada que se possa comprar, nem pegar, é só minha vida, coração, entendimento... É tudo. Eu não consegui e fiquei muito brava com DEUS, pq eu não conseguia confiar a ponto de dar tudo. Fiquei de mal, não falei, não ouvi, decidi fazer tudo por meus próprios meios. O afastamento só faz você não querer estar perto. Decidi não tê-lo por perto e nem fingir mais eu conseguia.
Teve reunião, e mesmo ELE falando eu queria não estar ali. As coisas só pioram, um abismo chama outro abismo, não fiz nada que, publicamente, envergonhasse o nome de Jesus, mas em meu coração, eu sabia. Embora eu esteja com muita vontade de escrever e escrever... eu sei que c não vai ter paciência de ler. Mas quero dizer, durante a pregação que o PR. Alessandro q falava sobre o Diamante, ELE falou de novo, eu queria sair correndo dali, foi então que me fez lembrar que outrora o PR. Walter dissera sobre a preciosidade da minha vida para Deus. Não estou me achando, pra Deus eu sou importante, eu sei... e ele não olha como eu falo ou me visto ou me comporto, se está ou não dentro dos padrões éticos da sociedade, ele conhece o meu coração, ele é o único, pq as vezes, nem eu conheço. Do mais... quero dizer que fiz as pazes com ele. Alguém percebeu o meu problema, é pra isso que servem os amigos tbm.
Do mais pessoal, temos um grande projeto pela frente, em Setembro começaremos uns dos maiores (na minha opinião) Evangelismo da História do Ministério Impulso e Teatro. Eu sei que eu sou líder e que preciso dar exemplo, mas não vejam minhas falhas somente, vejam-nas e aprendam como não fazer e vejam os acertos pra acertamos juntos. Não podemos desviar nem para a direita nem para a esquerda. Não dá pra parar de orar nem ler a palavra, não dá pra ficar de mal agora! E para fechar, cantaram uma música hoje :”Totalmente Teu”. Eu nem preciso dizer mais nada, neh? MAS como eu não consigo escrever sem citar Lewis...
"E a verdade é que Ele revela muito mais sobre si mesmo a determinadas pessoas do que a outras, não porque tenha os seus “favoritos”, mas porque lhe é impossível mostrar-se a alguém cuja mente e caráter lhe sejam inteiramente adversos." (C. S. Lewis)
Karol FLegler