segunda-feira, janeiro 31, 2011

Vou escrever enquanto ainda estou inspirada. Então eu estava vendo Robin Hood, Caracas vey, enoooooooooorme, mas é muito bom! Em certa parte do filme fiquei um tanto pensativa a respeito de uma coisa de filmes de guerras medievais... ou digamos...épicos.
É assim, todo filme, um grito de “força”. Grito de “Guerra”.
POR ALGUMA COISA.
Pela Inglaterra
Pela França
Pela Espanha
Por Narnia e por Aslan.
Em todas as guerras se luta por algum motivo, por alguém e a motivação é esse gritinho que se dá no início de cada batalha! Ops, o gritinho? O berro!! Mas não por uma coisa nem outra, é pelo que se está por trás de tudo isso. Um reino, uma pessoa.
Aguardem a conclusão.

domingo, janeiro 23, 2011

Geração GORDURA trans



Tah gente, eu vestia 36, tinha 48kg, magra que dava dó, e agora? Vestindo 38 p/ 40 e com 55kg. Jaci disse hoje que é um absurdo não ter tantas calças ou bermudas em seu número 36, eu também acho, sou obrigada a comprar tudo 40 porque pow, já não se tem tantos corpos magros assim... Fui à praia essa semana e pude fazer essas observações, bom, o que há com os pequenos? Crianças, pré adolescentes e adolescentes que já estão com o corpo deformado, acima do peso. Mas, deformado segundo o que? Segundo o padrão de beleza nos imposto desde O período clássico.
É claro que é preciso estudar história e um pouco de antropologia pra se chegar aos finalmentes de minhas observações, mas vou desconsiderar algumas coisas pra encontrarmos de fato a explicação para mudanças e transformação do corpo humano. Mas é importante considerar que há culturas diferentes em cada parte do mundo, raças, e questões de adaptabilidade do HOMO SAPIEN.

Na pré História encontramos uma pequena escultura da deusa Venus de Willendorf, do período paleolítico, como deusa, representava a fertilidade, mas analisando de um modo geral a cultura, concluímos, em outras palavras que ser “gordinha” estava na moda.

No período clássico, a deusa NIKE de Samotrácia, cuja história já contei aqui no blog, mas a moda era uma padrão de beleza que influencia o mundo ocidental até os dias atuais. A moda era ser musculosa e MAGRA.

Anos, cultura e culturas a que ponto chegamos?

A moda ainda é ser magra, mas não é bem isso que temos visto em um país de 1° mundo como EUA que tem em sua população alto índice de obesos. Então, se no futuro bem distante compararem a escultura da pré história com uma fotografia de uma mulher do séc XXI (tirando os cabides da moda) chegarão a conclusão que: o homem é cíclico, isso é, dá voltas e voltas e para no mesmo lugar.

O que tenho visto, e isso pude comprovar é que essa geração tem se entupido da famosa gordura TRANS, que pra quem não sabe é uma parada nociva pra nós seres SOBREVIVENTES, está a passos largos para infartos, diabetes e muitos outros problemas.
Estou escrevendo pra mim. CARACA, eu só como porcaria, vey! E meu corpítio jaz. Por isso nesse ano vou aprender uma lutinha, sair do sedentarismo e voltar a ter cintura, é claro que pensei em umas “lipos”, mas vamos ver...

Karol FLEGLER.

terça-feira, janeiro 18, 2011

PORTAIS


Ao príncipe da minha vida.

Como pode alguém tão pequeno fazer tanta diferença em um mundo tão grande como este?É como se fosse um simples espetáculo grão de areia no meio de um deserto, um grão anormal de tão especial. O mais valoroso.
Este corpo pequenino que possui , onde comporta tamanha força de alegrar-me, assim?
Será a inocência que carrega no olhar, olhar que ao olhar parece não ter fim...
É um olhar que se interrompe na chegada de um sorriso, O sorriso! Meio desconjuntado com som sem som, até mesmo sem por que! Outros “por querer apenas, ou por não conter a mágica do simples. um simples ‘‘Buuu” ou ‘’acho’’,vários inventados barulhos e gestos. Simples ou não! Depende pra quem, para inocência ou para a sabedoria.
São estas pequenas brincadeiras que a meu ver, é ele querendo crescer e eu tentando decrescer.
É tão frágil, pernas e braços delicados, mas com a potencia de me levar até o chão, pisotear meu peito e morder meu rosto, com um beijo pra amenizar a dor que nem passou perto,alias até o meu revidar é buscar mais...
Os mesmos gestos que me tira da rotina de todos os dias, me deixa meio curioso para ver como será a mesma recepção com que me recebe todos os dias dês do primeiro.
Dias que se tornaram valorosos, valiosos, caros, sabe-se lá qual palavra vale mais.
A verdade é que nenhuma dessas ou disso ou daquilo explica o amor que eu sinto por este pequeno homenzinho... que coreografa perfeitamente quando canto errante ‘ havia um homenzinho totô, que molava numa cazinha totá...’’e ao final do trecho ‘Jesus endirei...’’ não ouço o correto ou incorreto complemento ‘tooo’ mas de uma bela sonora gargalhada que nos perde o controle um do outro, más á um respeito, o de se imitar, não, não, não.e ai se inicia uma seria conversa entre nós dois, impossível de se entender, até pra mim, confesso, afinal ele só tem 2 aninhos.
É um pequeno rapaz que não me faz falta nenhuma, o que me lembra o quão perto o já esperto está.
É espetacular quando ele me agradece as horas de brincadeiras juntos, com um pequeno discurso já pré-decorado : buh, vô, té, mãe, pai, leite ou ieite nunca entendo...e outros montes de a,e,i,o,us embolados.
Obrigado, além do mais isso tudo é pouco de mais, quero mais, até mais, e mais... Tchau e até mais...
Bruno Sousa.

quinta-feira, janeiro 13, 2011

DEUS ESTÁ ME QUEBRANDO


Ok, então estou de “férias”. Tenho curtido muito é verdade, acordado tarde pq tenho dormido muito tarde por conta de todas as coisas que vamos fazer no retiro de carnaval. PRECISO DIZER:

DEUS ESTÁ ME QUEBRANDO.
FINAL de semana passado foi só cajadada com a vinda do Pr. Malheiros, fiz a oração mais perigosa da minha vida: USA-ME.
Na Segunda-feira fomos para Igreja em Rosa da Penha, onde o Pr. Evaldo ministrou a palavra. O que foi aquela palavra? O que foi lembrar de todas as esculturas do barroco que mencionam Davi e Golias?
Na terça-feira teve mais uma reunião da comissão e Rafa levou uma palavra do Deus ao qual servimos. Me quebrou de novo. “Aquele que põe a mão no arado e olha pra trás não é digno”.
Aí eu não canso de apanhar, ontem fui à Igreja Bola de neve, e talvez eu mesma já tenha criticado pelo nome, mas não se pode falar mal do que não conhece. Cara, o que foi aquilo? Parecia que estava na minha Igreja aki em NB. Louvor pocante, multimídia que não consegue passar vídeos, e o teatro... é disso então!


Gênesis 38, conta a história de Tamar que era nora de Judá um dos irmãos de José, Tamar foi casada com 2 filhos de Judá mas os dois morreram e ela não tinha filhos, quando Judá estava viúvo foi pra o lugar onde Tamar morava, e ela sabendo vestiu-se de prostituta, foi pra beira da estrada e Judá a teve, mas em troca deu seu cordão, seu anel e seu cajado.
Posso parar por aki.
Judá deu tudo pra uma mulher que não via o rosto, uma prostituta. Deu sua honra, seu selo e o cajado tbm significa algo, que não me lembro, por um momento de prazer.
Logo começa a peça, dois palhaços que são namorados que só podem dar um beijo após o casamento, cara, ki comédia! Eu não vou contar a peça, tem muito mais além disso. Mas o importante é saber que COMO ASSIM um palhaço vende alegria?
Um coisa muuito importante, estou eu a pensar como assim eu nunca tinha pensado nisso antes? Qual é o cartão de visita do grande DEUSIGN? A bíblia. VEY...a bíblia, eu chorei tanto. Parecia que aquilo foi colocado na peça só pra mim. Mas ok.
A senha, o mercador chama pra comprar o que DEUS já te deu, você quer vender? Você está na fila pra trocar tudo que DEUS já te deu por algo que vai saciar sua vontade por pouco tempo?
Ainda que você tenha vendido, ainda que esteja na fila. Existe um advogado, que legisla com a lei do céu e te dá tudo que é seu. Seu nome é JESUS. ELE ESTARÁ LÁ ASSIM QUE DER O PRIMEIRO RAIO DE SOL, pq é lá as misericórdias se renovam todas as manhãs.


Karol FLEGLER.

quarta-feira, janeiro 05, 2011

THANKS GOD.


Eu quero primeiramente agradecer muito a Deus por ter dado tanta inspiração pra um cara que eu considero muito em minhas reflexões: C.S Lewis. Quero agradecer a todos os amigos que viram o último filme comigo, mesmo já tendo assistido. Quero dizer que isso estará pra sempre em minha Memória.
Pode ser que nem todos entendam, mas a comissão de retiro vai entender perfeitamente.
Narnia – A viagem do peregrino da alvorada é um filme que vai abalar suas estruturas. Existe a transformação, a ausência da inocência, as trevas, o amor e principalmente a entrada e a saída de Narnia.
Eu tento não pensar que qualquer coisa pode ser o portal de entrada pra aquele lugar tão cheio de mistério e aventuras, seres e lugares inimagináveis, e o país de Aslam é onde eu não me canso de pensar.
Para enfrentar as trevas é preciso enfrentar as trevas interiores, onde o lugar mais sombrio é o próprio pensamento, onde seus pesadelos se tornam realidade.
A tentação é para todos, cada um será tentado.
A transformação é pra quem abre mão do orgulho.
O País de Aslam é pra quem reconhece não ser digno.
Aslam tem outro nome aqui.
A viagem do peregrino da alvorada é a jornada de todo cristão que planeja salvar as almas roubadas.

Glauber falou algo na última reunião, o que me aproxima de Deus... Bom, parece que um dia alguém se permitiu ser usado e me abençoou nessa noite, thanks GOD! Permita-me ver C.S. Lewis no céu.

Vai a música do filme:

Há Um Lugar Para Nós
Há um lugar lá fora, para nós
Mais do que apenas uma oração ou qualquer coisa que nós sonhamos
Então, se você sentir vontade de desistir, porque você não se encaixa aqui
O medo é cair dentro
Feche os olhos e pegue minha mão, sim

Podemos ser os reis e rainhas
De alguma coisa, se acreditamos
Está escrito nas estrelas que brilham acima
Um mundo onde você e eu pertencemos
Onde fé e amor vai nos manter fortes
Exatamente quem somos é apenas o suficiente
Há um lugar para nós
Há um lugar para nós

Quando a água encontra o céu
Quando seu coração está livre e espera volta à vida
Quando estas mãos quebradas estão inteiras novamente
Nós vamos achar o que você estava esperando
Fomos criados para muito mais

Karol FLEGLER