domingo, janeiro 23, 2011

Geração GORDURA trans



Tah gente, eu vestia 36, tinha 48kg, magra que dava dó, e agora? Vestindo 38 p/ 40 e com 55kg. Jaci disse hoje que é um absurdo não ter tantas calças ou bermudas em seu número 36, eu também acho, sou obrigada a comprar tudo 40 porque pow, já não se tem tantos corpos magros assim... Fui à praia essa semana e pude fazer essas observações, bom, o que há com os pequenos? Crianças, pré adolescentes e adolescentes que já estão com o corpo deformado, acima do peso. Mas, deformado segundo o que? Segundo o padrão de beleza nos imposto desde O período clássico.
É claro que é preciso estudar história e um pouco de antropologia pra se chegar aos finalmentes de minhas observações, mas vou desconsiderar algumas coisas pra encontrarmos de fato a explicação para mudanças e transformação do corpo humano. Mas é importante considerar que há culturas diferentes em cada parte do mundo, raças, e questões de adaptabilidade do HOMO SAPIEN.

Na pré História encontramos uma pequena escultura da deusa Venus de Willendorf, do período paleolítico, como deusa, representava a fertilidade, mas analisando de um modo geral a cultura, concluímos, em outras palavras que ser “gordinha” estava na moda.

No período clássico, a deusa NIKE de Samotrácia, cuja história já contei aqui no blog, mas a moda era uma padrão de beleza que influencia o mundo ocidental até os dias atuais. A moda era ser musculosa e MAGRA.

Anos, cultura e culturas a que ponto chegamos?

A moda ainda é ser magra, mas não é bem isso que temos visto em um país de 1° mundo como EUA que tem em sua população alto índice de obesos. Então, se no futuro bem distante compararem a escultura da pré história com uma fotografia de uma mulher do séc XXI (tirando os cabides da moda) chegarão a conclusão que: o homem é cíclico, isso é, dá voltas e voltas e para no mesmo lugar.

O que tenho visto, e isso pude comprovar é que essa geração tem se entupido da famosa gordura TRANS, que pra quem não sabe é uma parada nociva pra nós seres SOBREVIVENTES, está a passos largos para infartos, diabetes e muitos outros problemas.
Estou escrevendo pra mim. CARACA, eu só como porcaria, vey! E meu corpítio jaz. Por isso nesse ano vou aprender uma lutinha, sair do sedentarismo e voltar a ter cintura, é claro que pensei em umas “lipos”, mas vamos ver...

Karol FLEGLER.

2 comentários:

  1. Muito bom, Karol!

    Thainná Karina.

    ResponderExcluir
  2. uau, q delicia esse suvaco suado, aonde eu compro um desses?
    assi:karynne

    ResponderExcluir