sexta-feira, março 18, 2011

VENDO MELHOR.

Vey, vamos prosseguir com a atualização...

Estava eu lendo Narnia... no capítulo “O cavalo e seu menino”, pra quem não leu e vai ler...pare por aki, pra quem leu...prossiga, pra quem não vai ler...aconselho que leia, inclusive este post.

Bom então, esse capítulo narra história de Shasta, um garoto q foi criado por um pescador e que em determinado momento decide fugir, durante essa fuga encontra com uma fugitiva e 2 cavalos, em seu percurso o garoto é surpreendido várias vezes por leão, gato... ou como queira imaginar... mas um dia... (qndo chegam esses dias nas crônicas eu sempre choro) quando o garoto encontra com o grande leão, filho do Grande Imperador além dos Mares, bom...nesse dia é que eu e você paramos pra pensar como somos ignorantes e não enxergamos um palmo diante dos nossos narizes.
Melhor... na noite em que Shasta encontra-se com Aslan, ele é mais uma vez surpreendido, aslan caminha por um longo tempo ao seu lado e ele fica com medo de ver o que pode ser, por estar escuro ele não consegue ver, e o leão começa a perguntar sobre ele, sua vida, sua fuga ...e shasta conta que foi surpreendido várias vezes por leões, um gato ... e reclama de sua “vida desgraçada”. Aslan, o leão... responde:

- Não acho q seja um desgraçado – disse a grande voz.
- Mas não foi falta de sorte ter encontrado tantos leões?
- Só há um leão – respondeu a voz.
- Não estou entendendo nada. Havia pelo menos dois naquela noite...
- Só há um leão, mas tem o pé ligueiro.
- Como sabe disso?
- Eu sou o leão.
Shasta escancarou a boca e não disse nada. A voz Continuou:
- Fui eu o leão que o forçou encontrar-se com Aravis. Fui eu o gato que o consolou na casa dos mortos. Fui eu o leão que espantou os chacais para que você dormisse. Fui eu o leão que assustou os cavalos a fim de que chegasse a tempo de avisar o Rei Luna. E fui eu o leão que empurrou para praia a canoa que você dormia, uma criança quase morta, para que um homem, acordado à meia-noite, o acolhesse.
(...)
E no dessa parte diz: Todas as aves do mundo cantavam.

Todos os “problemas” que Shasta enfrentara durante todo seu tempo de vida era O LEÃO quem estava lá para socorrê-lo, e embora não visse antes, qndo econtrou com Aslan, viu e entendeu todas as coisas. E não poderia encerrar esse parágrafo sem citar o final do livro Cristianismo puro e simples do mesmo autor que diz: “Se procurar em você não encontrará respostas, mas se procurar Cristo o encontrará e com ele encontrará todas as coisas”. Acho que uma frase completa todo o sentido.
Pense nisto, o Leão estava com Shasta e ele o via de maneira diferente, como algo ameaçador, mas qndo finalmente ele o conhece de verdade ele entende todas as coisas.

Karol FLEGLER

Nenhum comentário:

Postar um comentário