terça-feira, novembro 06, 2012

O EU DELE


Digamos que você chegue de algum lugar. Vou supor suas roupas ou atitudes e logo em seguida seu pensamento resultará em uma resposta óbvia, como num jogo de adivinhação.
Tênis, roupa de malhar? Fácil neh!?
Academia.
Bíquini?
- Praia – clube
Uniforme?
- Escola ou no trabalho
Muito FÁCIL, suas roupas evidenciam onde você esteve.

E se eu dissesse assim:
Você com CORAGEM, o que me diria?

Então eles, vendo a ousadia de Pedro e João, e informados de que eram homens sem letras e indoutos, maravilharam-se e reconheceram que eles haviam estado com Jesus. 
Atos 4:13

Ora, João e Pedro eram muitos próximos a Jesus. Talvez, diria eu, que a coragem fosse transplantada por osmose. Pedro era petulante sim, mas não falaria com tanta autoridade diante do Sinédrio por ele mesmo. Reconheceram sua estada com Jesus, não só pela ousadia, mas pelo falar que era como o de Jesus. Sem deixar espaços para mais perguntas. Coisas do tipo “Atirem a primeira pedra quem nunca pecou”.

Além do falar manso e próprio, o agir. Bem, quem mais curava os enfermos e falava às multidões? Coisas do tipo: “Quando saiu do barco viu tão grande multidão e teve compaixão deles”. E os discípulos lá, vendo tudo isso e pensando:”Quando eu crescer, quero ser que nem esse cara”.

E a mensagem? “Não há salvação em nenhum outro” disse Pedro (meu chegado). Tempos antes Jesus disse: “Eu sou o caminho a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai se não por mim”.

A mensagem era a mesma, a circunstâncias eram as mesmas, o modo incontestável de falar também era o mesmo. Logo, o que poderiam dizer? Eles estiveram na companhia de Jesus. Tá, eles não eram os caras + intelectuais de Jerusalém, eles eram pescadores, mas a presença de Jesus era tão significativa na vida deles, que eram quase a mesma pessoa.
Minha pergunta do dia é:
O QUE NESSA SUA VIDA BANDIDA EVIDENCIA A VIVÊNCIA COM JESUS?

Karol Flegler

Nenhum comentário:

Postar um comentário