sexta-feira, maio 31, 2013

Machismo


Eu já não tenho muita paciência. E aí algumas pessoas provocam.

Eu gosto das reuniões da comissão de Retiro porque posso falar e desabafar com amigos machistas sobre o machismo deles e eles nem me batem. Posso falar sobre o machismo alheio sem me preocupar muito, porque eles me conhecem.

“Históricamente” falando o homem é o centro das atenções, já que as sociedades mais antigas eram patriarcais. Já que o homem caçador era o mais importante até porque ele comia crus os animais que caçava, plantava e colhia as sementes e também comia tudo cru (ironia).

Instintivamente a mulher dependia do homem.  Lógico. Além da caça, os homens tinham uma outra função: sacerdócio. Parece-me que em todas as religiões, mas nas pagãs, já diriam os Judeus, as mulheres também poderiam ser vistas como “sagrado”. Às vezes como oráculos, como deusas, mas isso só nas pagãs, que também não tirava da mulher a obrigatoriedade de servir aos homens.

E aí, digamos que as sociedades “evoluíram”, mas ainda ouço palestras em que a mulher deve estar em casa perfumada, linda e maravilinda esperando o sr. Chegar em casa para devidos fins instintivos e de procriação. Como se a união de homens e mulheres fosse somente isso, para este fim.

Seguindo a evolução, nas mais difíceis localizações geográficas do mundo, homens ainda não lavam os copos que bebem água porque isso é uma obrigação da mulher. E ainda nas mais altas cadeias de poder de grandes empresas os homens podem desempenhar mesma função que as mulheres e ainda assim ter o salário mais elevado. Bom, isso não acontece nos cargos públicos, à saber a “presidenta” da república que já foi “estudanta”,  recebe o mesmo que o ex presidente, mas acrescentamos o salão de beleza.

BELEZA, e nessa ditadura (ditadura=3 poderes sob domínio de uma instituição) que vivemos, de ser bela, bem sucedida e bem casada nos encontramos sob domínio de quem? Quem inventou isso, pelo amor de Deus? Não foi Deus, eu tenho certeza, ele está mais preocupado com outra coisa.

Mulher é um bicho estranhamente competitivo, seriam elas as inventoras da ditadura triangular?

Ou seriam os homens?
Não, neh? Eles estariam muito ocupados assistindo ao futebol, trocando pneu do carro.

Não sou feminista, heim?! Jamais queimaria um sutiã. Também não estou dizendo pra vocês mulheres não serem submissas aos vossos maridos. Mas é aos vossos maridos. Aqueles que em comum acordo, sob orientação divina, escolheu você para caminharem juntos com o fim de representarem a relação de Jesus e a Igreja.

E sobre o dia dos namorados, e essa pompa toda de várias mulheres solteiras estarem desesperadas etc. Ainda é melhor ser aquela que representa a Igreja (noiva) esperando o noivo do  que ser aquela que casou errado e olha pela janela vendo a estupidez que fez.


Karol Flegler

Um comentário: